404 Error, File Not found. O que é isso?

Você está ansioso para dar uma espiada no conteúdo de determinado site e, quando o acessa, recebe a irritante mensagem: 404 Error. The Page Was Not Found. (Erro 404. A Página Não Foi Encontrada). 

Então, o que você procurava simplesmente sumiu? Às vezes, sim; às vezes, não. Para entender o fenômeno, é preciso primeiro saber o que é esse tal de 404 Error. 

Na Web existem clientes (um navegador, que é um software como o Netscape e o Internet Explorer) e servidores (computadores robustos com um ou mais processadores, com grande capacidade de memória e espaço em disco rígido). Eles estão sempre levando um papo: o primeiro pede; o segundo, atende. 

Em geral, o meio utilizado para manter esse diálogo é o HTTP – Protocolo de Transmissão de Hipertexto, sistema que permite enviar e receber arquivos de textos, imagens, sons e vídeo. 

Desse modo, quando você entra na Web, a conversa se inicia. Seu navegador solicita dados sobre o site que você está procurando a um determinado servidor. A primeira resposta que chega, e que você não vê, é um cabeçalho que contém códigos de status, isto é, informações sobre como estão indo as coisas. Se vão mal, surge, então, o fatídico 404 Error. 

Naturalmente, você está curioso para saber o que significam esses números. Vamos lá. O primeiro qu

atro indica dois problemas: ou o endereço do site está truncado ou ele não existe mais. O zero sinaliza para um erro de ortografia. O último quatro aponta para uma anomalia específica chamada “Acesso não autorizado”, isto é, você só entra na página que exibe esse alerta se tiver uma senha.

O 404 tem uma história curiosa. Sua origem remonta aos escritórios do CERN – Laboratório Europeu de Partículas Físicas -, com sede em Genebra, na Suíça. Nos primórdios da Web, por volta de 1980, no quarto andar do CERN, na sala 404, foi montado um banco de dados, controlado por três cobras em computação. 

Manualmente, eles gerenciavam pedidos de arquivos e os transferiam para os requisitantes. Quando aconteciam erros, eles alertavam: “Room 404 – File Not Found”. Mais tarde, a expressão foi incorporado ao mundo online pelo físico inglês Tim Berners-Lee, o criador da Web. 

O Error 404, porém, não é motivo para você abandonar suas buscas. Com as dicas abaixo e um pouco de paciência talvez seja possível encontrar o que quer. 

Acesse a página novamente ou atualize-a. Algumas vezes, o 404 Error não passa de um alarme falso.

Artigo retirado de www.overmundo.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: