Como tirar proveito do Erro 404


Tela Page not Found acontece nas melhores famílias. Você pode mudar a tétrica mensagem default e criar uma outra que não desaponte o usuário, com mapa do site, busca e até promoções.

As páginas de erro 404, aquelas que iniciam com Página não encontrada ouPage not found, são um transtorno para qualquer um. Impossível conhecer alguém que, mesmo com pouca experiência de navegação na web, não tenha se deparado com uma delas.

Neste artigo vamos apresentar algumas formas, inteligentes e bem humoradas, de fazer com que as páginas de erro funcionem em prol do site, evitando a frustração dos usuários.

Em primeiro lugar é importante saber que as páginas de erro de um site podem ser alteradas e configuradas. O método de configuração vai depender do servidor utilizado para a hospedagem. Para saber como fazer isso consulte o administrador de seu servidor ou o suporte de seu serviço de hospedagem.

Veremos a seguir maneiras variadas de otimizar estas páginas:

Usabilidade

A solução é simples e a maioria dos grandes sites, especialmente os portais, já a utilizam. A regra é colocar no lugar da página de erro um mapa do site e um campo para busca, assim, a pessoa que procura por algum assunto específico tem a oportunidade de localizá–lo com maior facilidade ao cair na página de erro.

Em uma de suas colunas, Jakob Nielsen sugere que estas páginas se iniciem com um pequeno texto pedindo desculpas pelo transtorno. Em seguida ele recomenda que se apresente uma lista dos erros mais comuns em relação às URLs (isso pode ser feito através de uma análise dos erros mais comuns que acontecem no site). Por fim, Nielsen sugere que um campo de busca seja disponibilizado de forma que o usuário possa procurar pela informação desejada.

Veja as recomendações de Nielsen na íntegra aqui.

A grande sacada

No ano de 2000, percebendo que os sites davam pouca importância para as páginas de erro, a Heineken passou a comprar por quantias irrisórias as páginas de erro de diversos sites holandeses para promover uma de suas cervejas, a Murphys. Quando um internauta encontrava uma página de erro em um destes sites, apresentava–se uma página da promoção da cerveja com um link apontando para a promoção dentro do site da própria Heineken.

A campanha fez o maior sucesso, e merece ser considerada um grande case de webvertising. Na época ninguém pensava em vender suas páginas de erro, com isso a Heineken conseguiu montar uma campanha muito barata. Ao mesmo tempo, o internauta se deparava com uma recompensa (a página oferecia um copo de cerveja para quem se inscrevesse na promoção) num lugar um tanto quanto inusitado, uma página de erro.

Veja a página da promoção aqui.

A solução mais técnica

Outra opção, que pode ser usada em paralelo a qualquer solução adotada, é configurar para que o administrador do site seja informado automaticamente quando um usuário atinge uma destas páginas. Assim, fica mais fácil identificar onde os erros estão acontecendo, e repará–los. Afinal apesar de existirem maneiras de amenizar o efeito de tais páginas, o ideal é que os erros não aconteçam, e que o usuário encontre tudo o que precisa em seu site sem se deparar com este tipo de problema.

Em paralelo, é interessante também colocar um e–mail convidando o usuário do site a entrar em contato, informando o erro e solicitando o conteúdo que estava procurando. Parece besteira, mas é uma grande oportunidade de passar para um atendimento mais direcionado.

Outras saídas

As possibilidades não param por aí, claro. Vasculhando a web você vai encontrar muitas formas bem interessantes de lidar com o problema, basta ir colocando qualquer coisa após o domínio do site, por exemplo http://www.fool.com/qualquercoisa.html.

Para quem quer se inspirar, o site 404 Research Lab é o que se pode encontrar de melhor no assunto, além de dar dicas sobre como e porque configurar as páginas de erro, o site traz uma galeria de páginas bacanas, divididas em várias áreas.

Enfim…

Não são só as páginas de erro 404 que podem ser configuradas, mas elas já são um bom começo. Outras páginas de erro também podem ser alteradas para que o internauta não se sinta frustrado, mas é necessário saber a solução adequada para cada caso. Se você quer que a navegação no seu site seja uma experiência agradável para seus visitantes, é preciso levar em consideração cada um dos aspectos do todo, portanto as páginas de erro também devem ser bem elaboradas.

 

matéria retirada de webinsider.uol.com.br
About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: